Pesquisar este blog

quinta-feira, novembro 17, 2011

Mitos de Obì II

Continuando a falar sobre o Ibì, a seguir mais alguns mitos, incluindo versos de Ifá, de Origem Nigeriana.  É importante insistir nos mitos porque eles são a forma de transmissão de conhecimento desta religião.

O mito seguinte é mais um Pataki, o último que considero relevante sobre o Obi. Ele é um pouco confuso como todo pataki o é (incompleto e mal escrito). A gente tem que usar muito criatividade para transcrever.


A associação de Obì com Oxé Ireté

Certa vez Olófin, Odudua e Órunmilá vieram ao mundo para ver como andavam as coisas por aqui. depois de muito andar viram uma choça, à qual chegaram para pedir água, tocaram à porta e abriu-lhes o morador da aquela choça, que não era outro senão Oxé Bile ao qual pediram água.

O homem trouxe-lhes a água em uma cabaça e o ultimo em tomar foi Olófin, mas por meio de seus poderes, quando devolveu a cabaça esta estava cheia de água outra vez. 

Então, Olófin disse-lhe, você quer que lhe conceda um poder? 

Mas, nesse momento Órunmilá disse: só que para ter este poder, você tem que se associar a outra pessoa. 

Então Olófin perguntou-lhe: qual é teu desejo?

Oxé Bile respondeu: eu quero ter o poder de me comunicar com você e o que eu peça a você seja atendido. Concedido este desejo os três caminhantes prosseguiram o seu caminho.

Seguiram caminhando e encontraram-se com Obì e Olófin pergunto-lhe: O queque ocorre com você? 

Obì disse que, ninguém se preocupa comigo, eu quero ser útil!
Então Órunmilá lhe disse: mas alguma coisa lhe faltará. Olófin lhe disse para saudar Exu (èṣù) e eles se foram.

Pouco tempo depois eles voltaram a terra para ver como seguiam as coisas. Foram à choça ver se Oxé Bile, o homem, seguiam sem fazer nada. Seguiram caminhando e foram ver Obì, o qual seguia orgulhoso mas triste e sem fazer nada.

Passou o tempo e Obì decidiu ir ver a Órunmilá o qual lhe disse: Olófin deu-me um poder, mas não o vejo.

Então Órunmilá voltou a dizer, é que lhe falta algo.

E Obì lhe respondeu: como você pode saber mais que Olófin? E se afastou aborrecido.

Passado algum tempo Obì voltou onde estava Órunmilá outra vez e lhe disse: Órunmilá, Olófin enganou-me, pois sigo igual que antes, Órunmilá lhe respondeu: Olófin não te enganou, é que em realidade te falta algo. 

Obì disse: O que é o que me falta? 

Órunmilá lhe respondeu por aqui precisamente devias ter começado, vai por esse caminho e ao final encontrará uma choça, toca a porta e se une ao dono para que possa chegar a este mundo o que Olófin o concedeu.

Obì partiu para a choça, tocou a porta e perguntaram, quem é?
Obì respondeu, sou eu, Obì. 

Entre (lhe respondeu o morador). quando entrou Oxé Bile lhe perguntou: O que é que o senhor deseja ? 

Obì lhe respondeu, Órunmilá mando-me aqui para que eu me associasse com você e venho buscá-lo. Estão nos esperando na terra de Ifá para que você vá comigo.
Oxé Bile respondeu. eu não posso caminhar, mas se você me levar carregado, eu vou contigo.

Então Obí jogou-o em cima e partiu. Quando chegaram havia uma grande epidemia, então Obì começou a adivinhar e no que Obì falava ou explicava como curar as doenças, Oxé Bile falava com o céu onde Olófin o escutava e assim foi como o povo se salvou.

Em agradecimento fizeram-lhe uma grande festa a Obì, onde ele comeu e bebeu sem se ocupar do homem, Oxé Bile, que havia deixado atirado no solo.

Depois disso Obì se foi para outra terra onde Ogun governava e mantinha uma grande guerra com seus inimigos. quando chego ali Ogun lhe perguntou: eu vou ganhar a batalha ?

Obì lhe respondeu, pode ir com confiança e sem problemas, que a vitória sera sua.
Ogun foi à guerra confiando na palavra de Obì e perdeu a batalha, quando regressou a primeira coisa que fez foi ir buscar a Obì e o surrou de tal maneira que quase o destroça.

Foi nesse momento que Obì se lembrou de Oxé Bile e voltou para ir buscá-lo. Quando o encontrou lhe disse, perdoe-me o esquecimento mas como é que você caiu? 

Oxé Bile lhe respondeu: enquanto você se divertia e se fartava eu estava passando fome.

Então Obì voltou a pedir perdão e Oxé Bile disse: vamos fazer um pacto, antes de você falar tem que me chamar, para que o que você fale aconteça e assim não se esqueça mais de mim. Assim Obì lhe respondeu, aceito, assim sera até o final do mundo.

            Versos de Ifá sobre Obì

 

Saindo um pouco da tradição cubana e indo para a tradição Nigeriana de Ifá, podemos recorrer aos versos de Odù ao invés dos Patakis. Encontramos versos igualmente ricos e afirmativos sobre a importância e natureza do uso do Obì.
Retirado de Ọ̀ṣẹ́ Ìretè

O cachorro latiu e latiu
O cão não poderia fazer Obì sua comida
Os ancestrais dos cães não comem nozes de cola
Qual seria uso do Obì para o cão?
Òṣébì sílẹ́
Seu Babaláwo em Ìṣébìrún
Consultou Ifá para eles na cidade de Ìṣébìrún
A criança é quem usa um grande número de noz de cola como oferenda para Ọlọ́fin
Ifá diz que é uma questão de cortar as nozes de cola em pedaços
Eu também digo que é uma questão de cortá-las em muitos pedaços
Ifá diz que sempre que nós acordamos
Devemos usar Obì para oferecer aos nossos antepassados
O poliglota disse sempre que nós acordamos
Devemos usar noz de cola como sacrifício ao Ọ̀run para o inevitável
Porque quando os pedaços de Obì alcançam o Ọ̀run
Quando os pedaços de Obì tomam o caminho eles se tornam um todo
Quando os pedaços de Obì alcançam o Ọ̀run, eles se tornam um só
Ifá foi consultado para Abítulà
Abítulà o filho de Agbonniregun
No dia em que refletiu sobre sua vida
Ele estava chorando por causa da falta de ter todas as coisas boas da vida
Um sacrifício foi prescrito como a solução, para ele executar
Abítulà ouviu sobre o sacrifício
Ele ofereceu com presteza
Portanto Abítulà é o filho de Ikin
Isso foi quando ele dividiu o Obì que ele se tornou rico
Abítulà é o filho de Ikin
Foi quando ele dividiu Obì que ele teve uma esposa para se casar
Abítulà é o filho de Ikin
Foi quando ele dividiu Obì que ele teve um filho
Abítulà é o filho de Ikin
Foi quando ele dividiu Obì que ele construiu uma casa
Abítulà é o filho de Ikin
Foi quando ele dividiu Obì que ele teve todas as boas coisas da vida
Abítulà é o filho de Ikin
Foi quando ele dividiu Obì que ele não morreu de novo
Abítulà é o filho de Ikin

O que Ifá diz aqui é que tudo aquilo que falta a um homem ele poderá, através de uma oferenda diária de um Obì para os seus ancestrais, pedir pela ajuda destes para ajudá-lo a obter e ter uma vida melhor.

Esse verso mostra como é importante a presença e participação dos ancestrais, egun, na vida e no culto religioso dos Yoruba. Aqui na diáspora, isso ficou abandonado e substituído pelos Orixá (òrìṣà). Em parte esta atitude é justificada porque os laços ancestrais foram quebrados no diáspora, as famílias e aldeias separadas. Por outro lado também é um aspecto da religião que se perdeu.

Retirado de Ọ̀ṣẹ́ Ìretè
Adegúnjú é o Babaláwo de Aláràán
Ìtámùjẹ́ é o sacerdote de Ìtàmupo
Ọ̀kọ́ é a que trouxe Obì para o mundo
Gbagi é a que encontrou Obì no caminho
Ifá foi consultado para centenas de divindades
No dia em que todos resolveram enviar Obì em uma missão
Portanto Adegúnjú saltou e configurou-se em quatro
Obì também saltou para formar um formato de quatro
Aláràán saltou e formou ele mesmo em quatro
Obì também saltou e se formou em um formato de quatro
Mas é somente Obì que irá transmitir a mensagem corretamente
Daí a missão que enviaram Obì
Deixe Obì contá-la bem
A mensagem que enviamos através de Obì

Tanto os Pataki da tradição cubana como os versos de Ifá da tradição Nigeriana caracterizam muito bem o papel único e especial de Obi na transmissão de mensagens das divindades. 

O papel de mensageiro da verdade cabe apenas a ele. Não será uma Cebola ou um coco que irá substituí-lo. Assim, que perdoem aqueles que acreditam que pedaços de coco, cebolas ou búzios colados em casca de coco podem substituir um Obì

Para acreditar nisso a gente tem que ignorar essas histórias e versos e se isso pode ser relativizado qualquer outra coisa pode.

Somente Obì  tem a missão de trazer a verdade absoluta. Somente nele é que podemos confiar que a verdade esta sendo dita. No que diz respeito ao Candomblé usando a cebola eu tenho certeza disso, porque qualquer pessoa pode manipular ela para obter o que quer.

Outro aspecto que as pessoas de Ifá devem ter atenção é o vínculo entre Obì e o Odù Oxé Irete (Ọ̀ṣẹ́ Ìrẹ̀tẹ̀). Ele sempre deve ser invocado antes do uso do Obì. Existem outros Odù que também o devem e explicarei mais adiante.


Para os que estão acompanhando essa série, no próximo texto vou fazer uma avaliação de cada livro sobre o assunto.