Pesquisar este blog

segunda-feira, julho 02, 2012

Odù de Nascimento


Junto com esta mania idiota de fazer odù através de números, veio também o procedimento mais idiota ainda de dizer para as pessoas o seu odù de nascimento baseado em contas feitas com a data de nascimento.


Eu já escrevi sobre esse tema em texto que vou republicar revisado nas próximas semanas, mas decidi abordar este assunto separadamente. Mas quem quiser ver a explicação detalhada esta no texto sobre o que é odu.


A primeira afirmação que faço para poder esclarecer às pessoas desinformadas é que não existe relação de Odù com número. NÃO EXISTE.  Nunca existiu e nunca vai existir. Isso foi uma invenção boba que desinformados propagam ao infinito. 


Eu não tenho como entrar no mérito ou não dos que acreditam ou praticam numerologia, pelo contrário,  existe uma mística sobre números enquanto símbolos. Mas no que diz respeito à religião Yoruba isso não ocorre. Os números são palavras, substantivos e a aritimética é coisa de árabes.  Em algum momento da história alguém associou uma coisa a outra, tenho quase certeza que isso é bem recente e esta ligado ao uso dos búzios uma vez que em Ifá não existe como se associar número a Odù.


No jogo de búzios sim, por acaso, os números são associados aos Odù devido a quantidade de búzios definir o Odù. Contudo, isso é por acaso. Qualquer ligação entre búzios abertos e números poderia ser feita.


Em  Ifá que é o oráculo original, não tem número, apenas símbolos gráficos.


A única maneira de associar número a Odù teria que ser através do jogo de búzios e nem todo jogo de búzios esta associado a Ifá e muito menos a Odù.


Lamento dar essa má notícia. Mas não seja mais idiota em acreditar nisso. Porque ai não é mais falta de informação e sim burrice mesmo.


A evolução desta bobagem culminou com a elaboração de uma cruz onde são feitos odùs para a pessoa. Pior é que isso é feito por pessoas mais desinformadas ainda: Babalorixás e Iyalorixás. Estas deveriam saber o que é certo.


Mas, são elas que em cima da autoridade de tem, saem dizendo para as pessoas quais eram os Odùs de nascimento da pessoa e passando ebós e proibições baseado nisso. Esses Odù são definidos com contas feitas com a data de nascimento das pessoas. Eu conheci pelo menos uns 3 métodos diferentes de fazer isso.


Lamento de novo. Isso é uma BOBAGEM maior ainda. Não existe. Não acredite nisso.


Cuidado, a formação de babalorixá e iyalorixá é péssima já ha algum tempo. A pessoas inventam títulos que não tem, não ficam em uma casa o tempo que deveriam e não aprendem o que deveriam e saem falando bobagem para os outros. Não acredite em alguém só porque ela se diz babalorixá e iyalorixá.  Na maior parte das vezes nem são de verdade.


A definição do Odù de nascimento é feita em uma cerimonia chamada "Ikóxédaie" (já em ortografia portuguesa). Ela é realizada entre o terceiro e o oitavo dia de nascimento por um Bàbáláwo. Não pode ser realizada depois disso. Assim, somente neste período pode ser saber o Odù de nascimento. Quem não fez isso neste período nunca mais saberá o Odù de nascimento. Quem quiser saber o Odù de nascimento do seu filho que procure um Bàbáláwo neste período.


Depois disso o melhor que você vai saber é o odù de iniciação que é uma espécie de nascimento.

6 comentários:

  1. Concordo em número, gênero e grau. Sou elegun, e estou recebendo meus direitos de sacerdote ( Doté) agora em Janeiro. Um certa vez pedi ao meu Doté que me revela-se meu Odú de nascimento, ele me respondeu em um bom tom: Eu não conhecia sua família quando você nasceu, então não poderia ter chamado um Babalawo na semana do seu nascimento, esqueça. Fiquei intrigado e agora sei o porquê. Parabéns! Pretendo ser integro como sacerdote, e pretendo não usar meus filhos e clientes com o que não sei, sempre os mandarei procurar um sacerdote de Ifá para falar-lhes através do Opelê.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo15:01:00

    muito bom seu artigo. Por favor, poderia apontar suas fontes de pesquisa para me aprofundar no estudo do tema "Ikóxédaie"?

    Grato e parabéns pelo texto.

    Anderson

    ResponderExcluir
  3. Anderson,

    Não encontrei nenhuma boa descrição da cerimonia de nome. Deve basicamente der uma consulta a Ifá, mas, encontrei muitas referências e isso mas tem uma boa, mas bem curta descrição, mas original, em "practitioner handbook for the ifa professional".
    De forma geral o Babalawo irá proceder como procede com uma consulta a Ifá durante o período de dias de recem nascido, até o oitavo ou nono dia. Eu ja vi pessoas descrevendo como até o 6, 8 e 9 dias.
    O Odu de nascimento é um odù como todos os outros, mas, neste período tem o significado de transmitir mensagens para a vida da pessoa. É como um Odù de iniciação.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo15:13:00

    Marcos,
    Obrigado pela resposta.

    Pude levantar que essa cerimonia só é feita pelos nigerianos, já que o cubano partem logo para a awofakan.

    Creio que se trata apenas de costumes. (modos operante).
    Abraços.

    Anderson

    ResponderExcluir
  5. Anderson,

    Veja, coisas diferentes.

    A cerimonia de nome deve ser feita em recem nascidos. É a mais importante porque nela se define o odu de nascimento. Observe que equivale a um batizado, mas, mais profundo e extendido. No livro que eu citei tem uma descrição bem boa dela, não explica detalhes mas os detalhes que não estão ali o Babalawo sabe o que tem que fazer.

    Os Yoruba não tem cerimonia de casamento. No Candomblé as que são feitas são invenções da diaspora. Assim essa cerimonia de nome é importante mesmo.

    O caso com os cubanos é desconhecimento de versos e da teogonia. Ele nem sabiam o que era ori até pouco tempo, estão aprendendo e já estão desvirtuando para ganhar dinheiro, recentemente quando passaram a vir aqui no Brasil para receber os boris, aprender e reproduzir lá.

    O caso da cerimonia de nome esta dentro disso, assim não dá para falar em cerimonia de nome em ifa cubano.

    O awofakan é uma criação cubana que esta sendo copiada pelos Nigerianos. Este ultimos não tinham essa figura, mas gostaram da ideia e ja estão fazendo igual.

    ResponderExcluir